segunda-feira, setembro 01, 2014

Obrigado Senhor pelo bem-te-vi

Eu nem percebi quando aconteceu, mas eu me apaixonei pelo bem-te-vi.

Sendo bem honesto contigo, minha relação com passarinho não era muito clara. Eu conhecia apenas canário e concris trancafiado numa jaula lançando impropérios em alto tom, gritando e exaurindo os pulmões feito essas cantoras gospel sem nenhum talento ou técnica vocal. Passarinho não me emocionava.

Deixa eu voltar atrás, tinha passarinho que me movia também o coração.

Tinha o Gonzaga doído do amor perdido que cantava o assum preto cego dos óio da maldade de quem queria ouvir cantar melhor. Tinha o black bird do Paul cantando no fim da noite escura, esperando e esperando pra voar. Tinha o sabiá pra quem o Geraldo ficava dando psiu e procurando pelo bem dele, mas eu nunca soube que o sabiá deu qualquer resposta. Alias, tem também o sabiá do Gonçalves/Chico/Tom, mas é coisa de gente com saudade querendo voltar pra casa, eu sempre fui de voar pra lá. Isso é paixão também?.

Eu me expressei mau, eu tenho pelo bem-te-vi um amor de amigo fiel.

Paixão é coisa de adolescente que pensa que a namorada era a luz dos olhos e que a vida não será iluminada sem ela. Paixão é esperar e esperar e esperar pelo momento certo, pela hora certa, pela pessoa certa... que nunca chega na realidade. É dor de abandono que fica tentando replicar a mesma experiência, dando psiu ao leu, procurando reviver o que deixou o coração vazio. Paixão é gaiola.

Amor é querer bem a quem nem merece nem pode fazer por merecer. Amor é possível.

Bem-te-vi é meu passarinho sem nem precisa aprisionar. Amanhã, se Deus quiser, estará ali comigo seja nas Malvinas, no Bessa, no Sarandi... sem expectativas, fantasias, demandas. Ele vive de boa consigo mesmo trazendo uma saudação de bem-querer que Deus ensinou no coração dele.

Obrigado meu amiguinho de peito amarelo, obrigado Senhor pelo bem-te-vi.

sábado, junho 21, 2014

quinta-feira, maio 15, 2014

moodlemoot 2014: quem vamos?

Quem me conhece sabe que ainda estou devendo a tatuagem do Tux, mas realmente eu sou apaixonado por software livre, especialmente pelo Moodle que une meus dois maiores interesses: tecnologia e educação.

Algo que me motiva demais é trabalhar na Moodlerooms, maior parceira oficial do Moodle, no mundo e com isso colaborar duas vezes, pois os parceiros sustentam financeiramente o projeto, e pessoalmente eu posso colaborar através dos fóruns, criando e traduzindo documentação e outras atividades.

Por exemplo, dar uma palestra e um mini-curso no Moodlemoot 2014, que vai acontecer na Universidade Presbiteriana Mackenzie no campus de Higienópolis, São Paulo, nos dias 29 e 30 de Maio de 2014.

Palestra: Avaliação Formativa no Moodle
Avaliação formativa é uma parte integrada do processo de ensino-aprendizagem que permite incluir os diferentes ritmos e tipos de aprendizagem. O Moodle oferece instrumentos de avaliação qualitativa que facilitam a comunicação com os participantes sobre seus critérios, permitindo ao professor ajustar o processo e melhorar o engajamento. Nesta apresentação, conheceremos aplicações desse conceito usando Resultados da aprendizagem, Escalas e Rubricas.

Mini-curso: Invertendo a sala de aula com o Moodle
O minicurso tem por objetivos: apresentar o modelo de sala de aula invertida e seus conceitos; experimentar os conceitos apresentados e suas possibilidades utilizando os recursos e atividades do Moodle; avaliar os resultados obtidos e discutir a experimentação pessoal e do grupo; apresentar boas práticas para adoção do modelo.

Vejo você lá, 0/

segunda-feira, maio 12, 2014

Moodle 2.7 foi lançado

/!\ Tradução do Google revisada da postagem original nos fóruns do Moodle, depois eu faço uma tradução elaborada.

Olá [em várias línguas],

[Martin Dougiamas] Estou orgulhoso de anunciar o próximo marco no crescimento constante do Moodle: Moodle 2.7. Se você estiver com pressa, visite nossa página de download ou as notas da versão para saber mais.

Nosso mais recente lançamento do Moodle coloca uma cereja no topo de seis meses de planejamento, conversas via todos os meios, reuniões em todas as horas, discussões (geralmente construtivas), preocupação, longas sessões de codificação, organização, caos, conferências e mojitos entre os desenvolvedores, professores, administradores em muitos países ao redor do mundo, integrados por Moodle HQ. Cerca de 104 desenvolvedores têm créditos de código nesta versão (incluindo 23 do Moodle HQ). 

Como usual, centenas de erros foram encontrados e corrigidos. Além disso, temos a nossa habitual mistura de novos recursos que todos podem ver e novos recursos que os desenvolvedores e administradores se importam.

Destaques dos novos recursos incluem:
  • Melhorias de interface para a usabilidade e acessibilidade em todas as plataformas. Temas Bootstrap são padrão agora.
  • Novo editor Atto com maior integração no Moodle e navegadores.
  • Novo tema More permitindo fácil personalização através da interface de usuário.
  • Atividades condicionais melhoradas suportam operações booleanas mais complexas e plugins.
  • Novo editor de equação matemática que funciona em todos os navegadores, incluindo tablets e telefones. 
Administradores e os desenvolvedores devem ser animado por novas funcionalidades, tais como:
  • Nova Infra-estrutura de registros permitindo coisas interessantes para serem feitas com os dados de uso, incluindo análises [en: analytics, exemplo: Blackboard Analytics].
  • Tarefas Agendadas - permitindo agendamento precisa das tarefas, mesmo em servidores em arranjos complexos.
  • Melhorias de desempenho.
  • Suporte de Longo Prazo (LTS) para correções de segurança e perda de dados de bugs por 3 anos (até maio 2017).

Para mais detalhes sobre estes e mais ver os oficiais do Moodle 2.7 notas da versão , ou navegar em nosso 2.7 Novos recursos Moodle página que tem imagens bonitas.

Você também deve ver nossos Moodle 2.7 divulgar vídeos que levá-lo através de alguns dos novos recursos em detalhes - esperamos que gostem!




Obrigado a todos por suportar educadores e estudantes ao redor de todo o mundo, e saúde [en:cheers] a todos vocês!

quinta-feira, maio 01, 2014

das coisas que nos conectam

O mundo é um lugar grande. Não digo apenas dos espaços físicos, mas dos espaços ideológicos, sociais, econômicos. Duas coisas que me encurtam essas distâncias por onde quer que eu ando: hostel e software livre.

Hostel é o lugar que você se abre pra o mundo. Nunca entre num hostel e se feche no quarto, deixe suas malas e vá pra o saguão ou pra calçada. Você só experimenta ele quando você consegue encontrar pessoas do mundo inteiro e de repente encontra algo em comum com elas.

Software livre é o o mundo que se abre pra você. Nunca se envolva com software livre pensando somente no que você pode ganhar com isso, mas como você pode colaborar mutualmente com pessoas com as mesmas necessidades e desafios que você.

Hoje por exemplo no hostel passei uma boa hora conversando com dois argentinos que são embaixadores do Fedora e vieram pra o FISL, mas chegaram uns dias antes pra conhecer Porto Alegre. As distâncias que nos separam vão além dos 5040km entre Campina Grande e Buenos Aires, temos a língua, cultura, situação sócio-econômica, etc.

No entanto de repente o hostel e o software livre criam pontes para que possa me comunicar com eles e ter communione, comunhão, comum. São essas experiências que me ajudam a glorificar a Deus por nos ter criado assim, feitos para comunicar-se, para ter algo em comum, para ter comunhão.

Só posso aproveitar essas amostras grátis até o dia de experimentar a perfeita comunhão com Ele e com a humanidade redimida em Jesus para me juntar ao coro:

e eles cantavam um cântico novo:

“Tu és digno de receber o livro e de abrir os seus selos,

pois foste morto e com teu sangue compraste para Deus

gente de toda tribo, língua, povo e nação.

Tu os constituíste reino e sacerdotes para o nosso Deus,

e eles reinarão sobre a terra”.

https://bible.com/pt-br/129/rev.5.9-10.nvi