quinta-feira, maio 01, 2014

das coisas que nos conectam

O mundo é um lugar grande. Não digo apenas dos espaços físicos, mas dos espaços ideológicos, sociais, econômicos. Duas coisas que me encurtam essas distâncias por onde quer que eu ando: hostel e software livre.

Hostel é o lugar que você se abre pra o mundo. Nunca entre num hostel e se feche no quarto, deixe suas malas e vá pra o saguão ou pra calçada. Você só experimenta ele quando você consegue encontrar pessoas do mundo inteiro e de repente encontra algo em comum com elas.

Software livre é o o mundo que se abre pra você. Nunca se envolva com software livre pensando somente no que você pode ganhar com isso, mas como você pode colaborar mutualmente com pessoas com as mesmas necessidades e desafios que você.

Hoje por exemplo no hostel passei uma boa hora conversando com dois argentinos que são embaixadores do Fedora e vieram pra o FISL, mas chegaram uns dias antes pra conhecer Porto Alegre. As distâncias que nos separam vão além dos 5040km entre Campina Grande e Buenos Aires, temos a língua, cultura, situação sócio-econômica, etc.

No entanto de repente o hostel e o software livre criam pontes para que possa me comunicar com eles e ter communione, comunhão, comum. São essas experiências que me ajudam a glorificar a Deus por nos ter criado assim, feitos para comunicar-se, para ter algo em comum, para ter comunhão.

Só posso aproveitar essas amostras grátis até o dia de experimentar a perfeita comunhão com Ele e com a humanidade redimida em Jesus para me juntar ao coro:

e eles cantavam um cântico novo:

“Tu és digno de receber o livro e de abrir os seus selos,

pois foste morto e com teu sangue compraste para Deus

gente de toda tribo, língua, povo e nação.

Tu os constituíste reino e sacerdotes para o nosso Deus,

e eles reinarão sobre a terra”.

https://bible.com/pt-br/129/rev.5.9-10.nvi

Postar um comentário